Voltar ao topo

'Economia Verde' promove ciclo sustentável no Centro de Ressocialização de Jaú

Projeto reúne trabalho de reeducandos do regime semiaberto e alimentação saudável

09 de Junho de 2022 - Instituto Ação Pela Paz

 

jau.jpg

Desde sua fundação, em junho de 2003, o Centro de Ressocialização de Jaú conta com equipamentos e espaços que auxiliam no propósito de apoiar a recuperação de pessoas em privação de liberdade do regime fechado, semiaberto e custódia provisória.

Junto às três alas que compõem a unidade prisional, há oficinas de trabalho, quadra poliesportiva, cozinha, padaria, refeitório e lavanderia. Existem ainda salas de aulas onde acontece a aplicação de disciplinas do ensino fundamental e médio, além da realização de cursos profissionalizantes.

O CR inclui características que condizem com o município onde está localizado. Jaú fica no noroeste do estado de São Paulo, em uma região de terra fértil, o que contribuiu no passado para que a cidade se tornasse um dos principais centros produtores de café do país. Hoje, predomina na economia jauense a agricultura da cana-de açúcar. O setor ocupa 94% do território, de acordo com dados da prefeitura.

Fora a cana de açúcar, o trabalho rural é algo comum em Jaú. Na unidade prisional não é diferente. Na parte externa do CR há uma pequena horta repleta de hortaliças, ervas e vagens, utilizadas em refeições que são servidas para os internos e funcionários. Em dia de visitação, os pratos também são oferecidos aos familiares.

O teor sustentável já estava na essência de todo o ciclo. Em 2021, a ideia ganhou mais força com o projeto “Economia Verde”. O espaço destinado ao cultivo de vegetais foi ampliado e aprimorado, possibilitando a realização de um curso no qual os reeducandos executam trabalhos em equipe e desenvolvem habilidades com o manejo da terra.

Outro pilar fundamental alcançado com a iniciativa, que conta com o entusiasmo da Dra. Vera Lucia da Silva, diretora geral do CR de Jaú, foi a promoção do pensamento consciente em relação à importância de uma alimentação saudável e livre de resíduos químicos e agrotóxicos. Atuando diretamente no plantio, trato e colheita, os apenados passaram a obter diversos conhecimentos práticos sobre o tema, e sentindo no próprio organismo as vantagens de uma dieta rica em produtos naturais.

O Centro de Ressocialização de Jaú conta com apoio do Instituto Ação Pela Paz que, por sua vez, é apoiado pela CNseg

 

CONTEÚDOS RELACIONADOS

© Copyright - CNseg

© Copyright - FenSeg

© Copyright - FenaPrevi

© Copyright - FenaSaúde

© Copyright - FenaCap

© Copyright - Educação em Seguros

© Copyright - Poder Público