Voltar ao topo

Governo inicia programa Visita Social Virtual Assistida nas Unidades Prisionais do Maranhão

03 de Junho de 2020 - Instituto Ação Pela Paz

Buscando amenizar os efeitos da suspensão temporária de visitas presenciais às unidades prisionais, medida cautelar adotada pela Secretaria de Administração Penitenciária do Maranhão (SEAP) com finalidade de conter o novo coronavírus, teve início o Programa Visita Virtual Social Assistida, que proporciona encontros virtuais entre as pessoas privadas de liberdade e seus familiares.

A longo prazo, têm-se como objetivo promover o encontro entre internos e visitantes que, por motivos diversos, não podem se deslocar aos estabelecimentos prisionais, proporcionando, deste modo, qualidade e dignidade no processo de execução penal.

O Programa foi desenvolvido com o apoio de institutos financiadores, entre eles o Ação Pela Paz (organização que possui apoio da CNseg), que colaboraram com o fornecimento de notebooks, roteadores e mouses para aparelhar os polos de visita virtual em todos os estabelecimentos penais do Estado do Maranhão.

O projeto, elaborado por equipe multidisciplinar da Secretaria de Administração Penitenciária do Maranhão, foi acolhido pelo Conselho Nacional de Justiça, que acompanha a implementação e oferece suporte metodológico, a fim de, posteriormente, replicá-lo para outros estados.

A implementação do programa foi dividida em duas etapas: a primeira, já consolidada, o introduziu às unidades da capital, que já realizam visitas virtuais sociais assistidas. A segunda etapa consolidará o projeto em todo o estado, incluindo os estabelecimentos prisionais do interior.

“Neste momento, estamos tendo o empenho e dedicação dos servidores para colocar em prática esse projeto, que visa minimizar os efeitos da suspensão temporária das visitas”, destaca o secretário de Estado de Administração Penitenciária, Murilo Andrade de Oliveira.

Para execução do projeto, a SEAP desenvolveu plataforma própria, tomando como base um software livre, e pela qual as famílias podem, por meio de videoconferência, realizar as visitas virtuais. As videochamadas podem ser feitas através de computadores, tablets ou smartphones.

Os visitantes interessados no programa devem agendar sua visita virtual no site da SEAP. Cada pessoa privada de liberdade poderá receber até uma visita virtual por mês, e, para efetuar o agendamento, o visitante deverá estar regularmente cadastrado junto à Supervisão de Assistência às Famílias – SAF.

Assista abaixo ao vídeo que conta mais sobre o desenvolvimento do programa: 

CONTEÚDOS RELACIONADOS